Nesta segunda (06), a empresa de tecnologia Fujitsu disse que reduzirá pela metade seu espaço do escritório no Japão como medida para se adaptar ao “novo normal” da pandemia de coronavírus.

O programa “Work Life Shift” oferecerá flexibilidade aos seus 80.000 trabalhadores no país.

Os funcionários poderão trabalhar em horários flexíveis, e trabalhar em casa será padrão sempre que possível.

O anúncio segue um movimento semelhante em maio no Twitter.

Em um comunicado enviado à BBC, a Fujitsu disse que “apresentará uma nova maneira de trabalhar que promete uma experiência mais empoderadora, produtiva e criativa para os funcionários, que irá impulsionar a inovação e agregar novo valor a seus clientes e à sociedade”.

De acordo com o plano, os funcionários “começarão a trabalhar principalmente de maneira remota para alcançar um estilo de trabalho que lhes permita usar seu tempo de maneira flexível, de acordo com o conteúdo de seu trabalho, funções de negócios e estilo de vida”.

A empresa também disse que o programa permitirá que a equipe escolha onde trabalha, seja em casa, em um importante centro corporativo ou em um escritório satélite.

A Fujitsu acredita que o aumento da autonomia oferecida a seus trabalhadores ajudará a melhorar o desempenho das equipes e aumentar a produtividade.

Fonte: https://www.fujitsu.com/global/about/resources/news/press-releases/2020/0706-01.html