WhatsApp permitirá subir catálogo de produtos no aplicativo

WhatsApp vai, nos “próximos meses”, liberar uma funcionalidade que permite a lojas e empresas que usam o WhatsApp Business apresentar seus catálogos de produtos e serviços diretamente no aplicativo.

en este punto Facebook anunció el catálogo de negocios, una modalidad donde las empresas podrán mostrar sus productos y servicios desde el chat.

O anúncio foi feito por Mark Zuckerberg nesta terça-feira (30), durante o F8 – evento que apresenta novidades da “família Facebook”.

WhatsAppMark Zuckerberg explica como funcionará o catálogo de produtos no WhatsApp/Reprodução

“Em um ano, milhões de pequenos negócios usam o WhatsApp Business para se comunicar com os seus clientes. Agora, estamos lançando uma nova ferramenta, Catálogo de Produtos. Você conseguirá ver facilmente o que está disponível de cada empresa”, afirmou o fundador do Facebook.

“Isso será especialmente importante para todos os negócios que não têm presença na internet [site próprio, por exemplo] e que estão aumentando o uso de plataformas de uso privado para interagir com seus clientes”, concluiu.

Zukerberg observou que o Status, o recurso que nasceu como Stories no Instagram, é a maneira que o WhatsApp destaca fotos e vídeos que você compartilha nos Estados do perfil, em um serviço de bate-papo avaliado pelos usuários pela sua privacidade. “Os usuários também podem compartilhar a localização em uma conversa, e esses dados também são criptografados”, acrescentou Zuckerberg.

Pagamentos

Zuckerberg também abordou o desenvolvimento da solução de pagamentos diretamente pelo WhatsApp. No exemplo mostrado durante o evento, é possível ver uma conversa entre o que parece ser uma lojista e um consumidor.

O catálogo de negócios do WhatsApp será um recurso que estará disponível nos próximos meses e é uma amostra da estratégia da empresa para promover essa plataforma como um canal de vendas integrado no bate-papo móvel.

Por sua vez, Zuckerberg mostrou como o WhatsApp está se tornando muito mais do que um serviço de mensagens móveis e destacou seu uso na Índia, onde os usuários podem enviar e receber pagamentos diretamente no aplicativo de chat. No entanto, não houve detalhes sobre a implantação dessa função em outros mercados.

 

O Messenger terá uma edição para desktop, estilo Web WhatsApp, com versões disponíveis para Windows e Mac que permitirão chamadas de vídeo. Zuckerberg também aproveitou a oportunidade para enfatizar novamente a visão da empresa: que as comunicações serão criptografadas de ponta a ponta para os 2 bilhões de usuários que usam o Messenger e o WhatsApp.

Fonte: lanacion ecommercebrasil 

 

Gostou do post? Clica na logo abaixo do nosso site e acesse para conhecer melhor nosso trabalho.